Plástica Ocular

A Plástica Ocular é uma especialidade da oftalmologia responsável pelos anexos oculares, ou seja, pálpebras, região periocular, vias lacrimais e órbita. Trata-se, portanto, do cuidado de todos os elementos que protegem os olhos e a visão.

Está relacionada não somente à estética ocular como também ao bom funcionamento do olho.

Tipos de Plástica Ocular realizadas pela equipe do Instituto de Olhos de Florianópolis:

  • Blefaroplastia: Cirurgia realizada para correção do excesso de pele (dermatocalase) das pálpebras superiores e/ou inferiores, visando à melhora estética e funcional.
    Neste procedimento também pode ser realizada a retirada de bolsas de gordura da região.
  • Ptose Palpebral: Queda da pálpebra superior que pode estar presente ao nascimento (congênita) ou manifestar-se na idade adulta (adquirida). Pode ser unilateral ou bilateral. Após avaliação oftalmológica é indicado o tratamento cirúrgico adequado a cada caso.
  • Ectrópio: Mal posicionamento palpebral que ocorre devido ao enfraquecimento dos ligamentos que sustentam a pálpebra inferior, levando a sua eversão (rotação para fora). Causa sintomas de lacrimejamento, hiperemia ocular e conjuntivite de repetição. Corrigida cirurgicamente.
  • Entrópio: Patologia palpebral onde ocorre a inversão da pálpebra (rotação para dentro), levando a um grande desconforto devido contato direto dos cílios com a córnea. Deve ser corrigido através de cirurgia o mais breve possível para evitar danos oculares.
  • Tumores Palpebrais: Benignos: cistos, verrugas e nevos (“pintas”), são extremamente comuns na região periocular. Removidos cirurgicamente. Malignos: feridas ulceradas, com sangramento, alteração de coloração e perda de cílios devem ser removidas cirurgicamente e enviadas para analise patológica. Tratamento é a remoção completa da lesão.
  • Pterígio: Tecido fibrovascular da conjuntiva que invade a córnea. Muito comum em pessoas que moram em países quentes com alta exposição à raios UV. Em casos avançados ou por motivos estéticos realiza-se a remoção cirúrgica. Pode apresentar recidiva.
  • Calázio: Lesão inflamatória crônica causada por bloqueio dos orifícios das glândulas presentes na pálpebra. Pode ser drenado cirurgicamente. A cirurgia consiste na drenagem do cisto que se formou na região da pálpebra.  O procedimento é feito com anestesia local
  • Via Lacrimal: Pacientes com sintomas de lacrimejamento e/ou presença constante de secreção devem ser submetidos à avaliação das vias lacrimais através do exame clínico, sondagem das vias lacrimais e exames de imagem para diagnóstico preciso das patologias que afetam a drenagem da lágrima.
  • Lagoftalmo: corrige processos restritivos que impedem a descida da pálpebra superior.
  • Prótese Ocular: indicada quando há perda da visão ou do globo ocular após doenças ou acidente. 
  • Toxina Botulínica: função estética – ajuda a tratar rugas geradas pela expressão. Função reparadora: tratamento blefaroespasmo essencial, estrabismo.

Solicite agendamento

Dra. Laura Godinho Mendonça

CRM SC 29192 / RQE 19222

Dr. Leandro de Mello Shinzato

CRM 25181 / RQE 20204

Dra. Lyara Schaefer Sombrio Centenaro

CRM/SC - 20.738 RQE 17479
Atuação: Oftalmologia clínica e cirúrgica, Plástica Ocular e vias Lacrimais

Dra. Alena Tolentino Lopes

CRM 18.740 RQE 13234
Atuação: Oftalmologia geral, catarata, Córnea, cirurgia refrativa, lentes de contato e doenças de superfície ocular